Império Serviços de Cobrança - Empresa de Cobrança especializada em Recuperação de Créditos | Empresa de Cobrança especializada em Recuperação de Créditos

SP

(11) 4432-2894

Outros Contatos:

SP(11) 4432-2894

GO(62) 4053-9013

SP(11) 98458-2542

SP(11) 4063-6933

RJ(21) 4062-7555

RS(53) 4062-9080

SC(47) 4052-9472

Solicite seu Orçamento Clique aqui

Na 2ª prévia IPC tem inflação de 0,01%

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação da cidade de São Paulo, registrou 0,01% na segunda quadrissemana de março. O número representa ligeira aceleração sobre a deflação de 0,02% apresentada no primeiro levantamento do mês. O resultado apurado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) ficou dentro das estimativas de 17 analistas consultados pelo AE Projeções, que oscilavam entre -0,04% e +0,10%, abaixo, porém, da mediana de +0,05%. Já na comparação com a segunda quadrissemana de fevereiro, o IPC teve forte desaceleração, pois o índice apresentara inflação de 0,24% naquela prévia.

O grupo Habitação seguiu em baixa. A inflação recuou de 0,32% na primeira prévia de março para 0,12% neste levantamento – apesar da nova queda, foi novamente o item que, na variação ponderada, mais contribuiu para o IPC no período. Já o grupo Alimentação manteve a tendência de deixar o campo deflacionário. Depois de registrar uma deflação de 0,63% na primeira leitura do mês, passou para uma deflação de 0,25% na segunda prévia – mesmo assim, foi novamente o item que, na variação ponderada, menos contribuiu para a inflação.

Transportes continuou em aceleração. Saiu de uma inflação de 0,02% no levantamento anterior e subiu para 0,12% na segunda quadrissemana. Ao contrário, o item Despesas Pessoais teve nova desaceleração. Após deflação de 0,01% na primeira parcial de março, passou para uma deflação de 0,10% no segundo levantamento do mês.

O índice Saúde manteve a tendência de desaceleração. Na primeira quadrissemana de março, apresentou inflação de 0,38%, porcentual que recuou para 0,23% na atual parcial. O segmento Vestuário saiu do campo deflacionário: de uma deflação de 0,14% no início de março, foi para uma inflação de 0,13% nesta prévia.

Por fim, o segmento Educação manteve a tendência de queda porcentual. Depois de apresentar 0,18% no primeiro levantamento deste mês, o índice recuou para 0,06% na segunda quadrissemana de março.

Veja como ficaram os itens que compõem o IPC na segunda quadrissemana de março:

Habitação: 0,12%
Alimentação: -0,25%
Transportes: 0,12%
Despesas Pessoais: -0,10%
Saúde: 0,23%
Vestuário: 0,13%
Educação: 0,06%
Índice Geral: 0,01%

Fonte: Diário do Grande ABC

Copyright © 2021 Império Serviços de Cobrança. Todos os direitos reservados | Política de Privacidade | Mapa do Site

Agência FG - Uma Agência Full Service que Faz Acontecer! Agência FG - Uma Agência Full Service que Faz Acontecer!