Império Serviços de Cobrança - Empresa de Cobrança especializada em Recuperação de Créditos | Empresa de Cobrança especializada em Recuperação de Créditos

SP

(11) 4432-2894

Outros Contatos:

SP(11) 4432-2894

GO(62) 4053-9013

SP(11) 98458-2542

SP(11) 4063-6933

RJ(21) 4062-7555

RS(53) 4062-9080

SC(47) 4052-9472

Solicite seu Orçamento Clique aqui

Cresce 7% em novembro a vendas do comércio

As vendas do comércio varejista cresceram em novembro deste ano, frente ao mesmo mês do ano passado, de acordo com o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio, divulgado nesta segunda-feira (5).

O indicador mostra que, no mês passado, houve um aumento de 7% nas comercializações do varejo, na comparação com novembro de 2010. No acumulado do ano, as vendas do comércio varejista cresceram 8,9% na comparação com o mesmo período do ano passado. Frente a outubro, houve alta de 1,5%, descontadas as influências sazonais.

Veículos, Motos e Peças puxa resultado

O bom resultado registrado na passagem de outubro para novembro foi puxado principalmente pela alta de 4,5% na categoria de Veículos, Motos e Peças. No mês de outubro, a categoria tinha registrado queda de 0,5%.

Segundo os economistas da Serasa Experian, “a suspensão temporária da cobrança do IPI mais elevado sobre os automóveis importados animou o movimento dos consumidores nas lojas do setor após a queda verificada em outubro”.

Contribuiu também para o bom desempenho da atividade varejista no mês passado as medidas de relaxamento monetário, como a queda da Selic, e o pagamento da primeira parcela do 13º salário.

Nenhum segmento do varejo acusou queda de atividade em novembro, frente ao mês imediatamente anterior. Apenas o setor de supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas registrou estabilidade. Os demais acusaram elevação: Móveis, Eletroeletrônicos e Informática (1,1%), Combustíveis e Lubrificantes (1,4%), Tecidos, Vestuário, Calçados e Acessórios (1,4%) e Material de Construção (0,9%).

Analisando o acumulado do ano, isto é, de janeiro a novembro de 2011, o avanço de 8,9% foi impulsionado, sobretudo, pela alta de 11% em Material de Construção, de 8,7% em Combustíveis e Lubrificantes e de 8% em Móveis, Eletroeletrônicos e Informática. Vale destacar que todos os segmentos apresentaram aumento no acumulado do ano.

Já na comparação anual, também não houve nenhuma retração e a alta de 7% foi impulsionada também pelo setor de Veículo, Motos e Peças, com alta de 12,7%.

Sobre o índice
O indicador da Serasa tem como base o banco de dados da Serasa Experian. A partir da metodologia de cálculo do PIB, apresentada pelo IBGE em 2007, na qual o comércio passou a ser, individualmente, o setor com maior participação na geração do valor adicionado da economia brasileira, respondendo por 11%, a entidade percebeu que é de fundamental importância dispor de mais indicadores, destinados a mensurar a evolução deste setor da atividade econômica do País.

Fonte: InfoMoney

Copyright © 2021 Império Serviços de Cobrança. Todos os direitos reservados | Política de Privacidade | Mapa do Site

Agência FG - Uma Agência Full Service que Faz Acontecer! Agência FG - Uma Agência Full Service que Faz Acontecer!