Império Serviços de Cobrança - Empresa de Cobrança especializada em Recuperação de Créditos | Empresa de Cobrança especializada em Recuperação de Créditos

SP

(11) 4432-2894

Outros Contatos:

SP(11) 4432-2894

GO(62) 4053-9013

SP(11) 98458-2542

SP(11) 4063-6933

RJ(21) 4062-7555

RS(53) 4062-9080

SC(47) 4052-9472

Solicite seu Orçamento Clique aqui

Banco do Brasil cria pacotes e juros deo cartão vão a 3% por mês

O Banco do Brasil reduziu a taxa de juros do rotativo do cartão de crédito e do cheque especial para 3% ao mês. A medida vale para clientes que recebem salário pelo banco e aderirem a um pacote de serviços, cujo valor mensal varia entre R$ 18 e R$ 54. Este é, disparado, o menor custo para as modalidades de empréstimo no País. A instituição também diminuiu a taxa média para financiamentos de veículos para 0,99%. Para o especial, o banco dará 10 dias sem juros.

As medidas pertencem ao pacote do banco público-privado denominado BomPraTodos, que entrará em vigor no dia 12. Além de reduzir drasticamente os juros aos consumidores, também diminui o custo dos financiamentos para as micro e pequenas empresas. A expectativa é que a Caixa Econômica Federal também anuncie pacote semelhante para estimular o consumo, mas até o fechamento desta edição, a instituição não tinha posição sobre o assunto.

O especialista em finanças pessoais André Massaro avaliou que 3% no cartão são bem mais interessantes ao consumidor. “Mas são superiores ao que o pior pagador nos Estados Unidos conseguiria no cartão. Lá os juros sairiam por 16% ao ano (1,24% ao mês).”

Segundo a instituição financeira, o volume disponível para as MPEs terá expansão de R$ 26,8 bilhões. Já o aporte no financiamento ao consumo atingirá R$ 16,3 bilhões. O BB informou que as medidas têm como base nova análise de risco que prioriza os bons pagadores.

Levantamento da Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças Administração e Contabilidade) revela que o custo médio do rotativo do cartão de crédito para os consumidores é de 10,69% ao mês. O BB informou que o custo médio anterior da modalidade era 12,25% ao mês.

Na ponta do lápis, uma dívida de R$ 1.000 ficaria R$ 106,9 mais cara com os juros médios apresentados pela Anefac. Ao considerar a taxa de 3% do BB, o encarecimento atingiria R$ 30.

Para os financiamentos de veículos, a redução média de 19%, para taxa de 0,99% ao mês, o que posiciona o BB em segundo lugar da lista de menor juros para a modalidade.

Conforme último levantamento do Banco Central, referente à semana encerrada em 22 de março, o Banco GMAC tinha as taxas médias mais baratas, de 0,69% ao mês.

O BB informou ainda que reduzirá em 45% os juros nas operações para aquisição de bens e serviços. E ao crédito consignado para os beneficiários do INSS (Instituto Nacional da Seguro Social), o banco diminuiu as taxas para 0,85% ao mês até 1,80%. Segundo o BC, em fevereiro, os juros médios dos 13 maiores bancos nesta operação eram de 2,04% ao mês.

Fonte: Diário do Grande ABC

Copyright © 2021 Império Serviços de Cobrança. Todos os direitos reservados | Política de Privacidade | Mapa do Site

Agência FG - Uma Agência Full Service que Faz Acontecer! Agência FG - Uma Agência Full Service que Faz Acontecer!