Império Serviços de Cobrança - Empresa de Cobrança especializada em Recuperação de Créditos | Empresa de Cobrança especializada em Recuperação de Créditos

SP

(11) 4432-2894

Outros Contatos:

SP(11) 4432-2894

GO(62) 4053-9013

SP(11) 98458-2542

SP(11) 4063-6933

RJ(21) 4062-7555

RS(53) 4062-9080

SC(47) 4052-9472

Solicite seu Orçamento Clique aqui

Abril tem o pior desempenho do ano sobre a procura por crédito desde 2008

Razões são calote em alta e endurecimento dos bancos para liberar os empréstimos

A procura por empréstimos recuou de novo na passagem de março para abril deste ano e agora a demanda por dinheiro emprestado já acumula uma redução de 7,6% este ano na comparação com os primeiros quatro meses de 2011. Trata-se do pior desempenho para a busca por empréstimos desde 2008, informou a Serasa Experian nesta terça-feira (15).

Os motivos que levaram a essa queda expressiva na busca por grana emprestada são o aumento da inadimplência do consumidor, que começou a subir desde o início do ano passado, e os critérios mais rigorosos dos bancos na hora de liberar crédito, de acordo com os economistas da Serasa.

Os consumidores de baixa renda, que ganham até R$ 500 por mês, foram os únicos que acusaram alta na busca por crédito nos primeiros quatro meses do ano — alta de 1,6% em comparação ao mesmo período de 2011. Todas as demais faixas de renda acusaram quedas em suas demandas por crédito, com destaque para quem recebe entre R$ 500 e R$ 1.000 por mês (recuo de 8,9%).

Abril x março

Mais preocupados em pagar dívidas antigas do que pegar financiamentos dos bancos, a procura por empréstimos encolheu 11,2% entre março e abril e houve queda em todas as faixas de renda. Os que ganham mais foram os que apresentaram a maior diminuição nas visitas ao banco para pedir dinheiro.

Os brasileiros com renda entre R$ 5.000 e R$ 10 mil por mês lideraram o ranking, com recuo de 12,5% na procura por crédito em abril. Já os consumidores com renda mensal de R$ 2.000 a R$ 5.000 diminuíram a busca por dinheiro dos bancos em 12,3% no mês passado, o que os deixou na segunda colocação.

Na terceira colocação ficaram os consumidores com renda acima de R$ 10 mil ao mês e os que recebem entre R$ 1.000 e R$ 2.000 mensais, ambos com queda de 11,8% na demanda por crédito em abril.

Por outro lado, apesar de também registrar queda, as faixas de renda mais baixas ainda buscam mais crédito que os que ganham mais. Entre os consumidores com renda mensal R$ 500 e R$ 1.000, o recuo na busca por empréstimos foi de 10,7%. Por fim, os clientes com renda inferior a R$ 500 por mês apresentaram diminuição de 9,1% na busca por crédito em abril em relação a março.

Análise por região

Os consumidores do Sul e do Sudeste, regiões mais desenvolvidas do País, foram os que acusaram as maiores reduções na demanda por crédito em 2012, com recuos de 9,4% e 8,7% respectivamente.

No Centro-Oeste e no Nordeste, os consumidores também estão mais preocupados em pagar as dívidas antigas a tomar dinheiro emprestado, movimento que causou a queda de 5,1% na procura por crédito este ano.

Por outro lado, no Norte, houve queda de apenas 1,3% na busca por crédito em 2012 na comparação com os primeiros quatro meses de 2011.

Copyright © 2021 Império Serviços de Cobrança. Todos os direitos reservados | Política de Privacidade | Mapa do Site

Agência FG - Uma Agência Full Service que Faz Acontecer! Agência FG - Uma Agência Full Service que Faz Acontecer!